APÓS INCIDENTE EM KERCH, TRUMP DECIDE CANCELAR REUNIÃO COM PUTIN DURANTE G20

Mundo 29 de Novembro , 2018 472

APÓS INCIDENTE EM KERCH, TRUMP DECIDE CANCELAR REUNIÃO COM PUTIN DURANTE G20

O presidente Donald Trump disse na quinta-feira que tomaria uma decisão final sobre o encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, marcado para acontecer na cúpula do G-20 na Argentina. A decisão do cancelamento veio depois que ele recebeu um relatório completo sobre o incidente do Estreito de Kerch.

"Com base no fato de que os navios e marinheiros não foram devolvidos à Ucrânia pela Rússia, decidi que seria melhor para todas as partes interessadas cancelar minha reunião previamente agendada na Argentina com o presidente Vladimir Putin. Aguardo com expectativa uma reunião significativa novamente assim que esta situação for resolvida", escreveu Trump em uma mensagem no Twitter.

O anúncio de Trump vem menos de uma hora depois que ele afirmou que era um "bom momento" para se encontrar com Putin, mas que ele tomaria uma decisão depois de receber um relatório completo sobre o confronto naval no Mar Negro.

 

"Estou recebendo um relatório completo sobre o que aconteceu [no Estreito de Kerch] com relação a isso, e isso vai determinar o que eu vou fazer [sobre o encontro com Putin]", disse Trump aos repórteres na Casa Branca enquanto se preparava para partir para Buenos Aires.

Em 25 de novembro três navios da Marinha ucraniana, Berdyansk, Nikopol e Yany Kapu, violando os artigos 19 e 21 da Convenção da ONU sobre direito marítimo, atravessaram a fronteira da Rússia. Os navios entraram na zona aquática temporariamente encerrada e realizaram manobras perigosas durante várias horas sem reagir às exigências das embarcações russas que acompanhavam os navios ucranianos.

Foi tomada a decisão de usar armas. Todos os navios ucranianos foram detidos aproximadamente a 20 km da costa russa e a 50 km do local habitual de passagem dos navios no estreito de Kerch por baixo da Ponte da Crimeia.

Durante o incidente, três militares ucranianos ficaram levemente feridos. Eles receberam assistência médica e não correm risco de vida.