FINALISTAS DE CONCURSO DE RECEITAS DA REME TÊM AULA ESPECIAL COM CHEF DE COZINHA

Voce sabia? 11 de Dezembro, 2018 938

FINALISTAS DE CONCURSO DE RECEITAS DA REME TÊM AULA ESPECIAL COM CHEF DE COZINHA

Ter a oportunidade de conhecer dicas preciosas para uma apresentação impecável de pratos culinários. Essa foi a surpresa que as cinco finalistas do concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar da Rede Municipal de Ensino (Reme) tiveram na tarde desta segunda-feira (10), durante uma aula especial com o chef Adriano José Silva dos Santos.

A ideia do encontro, promovido pela Superintendência de Alimentação Escolar (Suale), foi ajudar as merendeiras a se prepararem para o concurso, que acontece na próxima quarta-feira (12), na Cozinha Experimental da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

Durante a tarde, as finalistas aprenderam técnicas de empratamento e apresentação dos pratos elaborados. A aula, marcada pela descontração, foi um momento de troca de experiências, onde as merendeiras puderam ficar em volta da bancada, questionando e conferindo o preparo dos pratos feitos pelo chef, que fez perguntas sobre a rotina das profissionais e como ocorre o preparo do cardápio e a manipulação dos alimentos. Enquanto passava as dicas, ele preparou um molho de carne moída como sugestão para os pratos servidos nas unidades escolares.

Ao chegar para a aula, a merendeira Débora Ferreira Brites, da escola Nerone Maiolino, se disse “encantada” com a cozinha do chef Adriano Gomes. “É uma realização estar aqui. Aprender nunca é demais e gostaria de ver como é o preparo de pratos mais elaborados. Essa oportunidade é um reconhecimento do nosso trabalho”, disse.

Sobre o concurso ela diz que não tinha expectativas, porém, os resultados foram além do que ela imaginava. “Me inscrevi para tentar, mas agora estou confiante”, disse a merendeira, que se classificou com uma receita de arroz em camadas temperado com açafrão ao molho de charque e legumes.

Já a merendeira Claudia Beatriz de Araújo Alarcon, do Ceinf Coração de Maria, disse que a aula especial é uma oportunidade de inovar. “Tenho curiosidade de aprender coisas diferentes e formas de servir e preparar os alimentos. Gosto da cozinha gourmet tudo o que vi aqui hoje vai ajudar no meu aperfeiçoamento”, ressaltou.

O prato que a classificou foi um charuto de frango com cenoura. “Estou confiante com o concurso, mas as meninas são muito boas também”, comentou.

As demais finalistas do concurso são as merendeiras Maria Olinda, do Ceinf Joana Mendes, que concorre com a Omelete Assada de Legumes, Glaucilene Aparecida, da escola João de Paula Ribeiro, que irá apresentar Bobó de Abóbora com Batata Doce e Frango e Fabíola Maria, da escola Nelson de Souza Pinheiro, que elaborou o Vatapá de Carne.

Crescimento

A cozinha não é a única paixão do chef Adriano, que também é professor de História e já lecionou em diversas unidades da Reme. O amor pela culinária sempre caminhou junto com a arte de ensinar, por isso o chef ainda concilia as duas atividades.

“Sempre dei sugestões às merendeiras das escolas que passei e procurei deixar minha marca nessas cozinhas”, conta o chef que elogiou a iniciativa da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em realizar o concurso de receitas. “Trazer as merendeiras para um espaço como esse abre um leque de possibilidades para elas. A escola só tem a ganhar e todo o contexto escolar cresce. É uma atitude inovadora”, afirmou.

Formado em Gastronomia pela Senac, o chef busca se aperfeiçoar viajando periodicamente para outros estados e hoje presta consultoria a restaurantes importantes de São Paulo.  “A dica que deixo para elas é que se empoderem da cozinha de uma escola. O amor e carinho pelo preparo do alimento é importante e a partir do momento que elas se capacitam, elas crescem junto”, concluiu.